pagina inicial
Tartarugas Marinhas
Visite o Tamar
O que fazemos
Onde estamos
Mais informações

Patrocinadores e apoios

COMUNIDADES, PETROBRAS, PATROCINADORES LOCAIS 

Os primeiros parceiros do Tamar foram os pescadores, suas famílias e as comunidades litorâneas. Logo no começo, ainda na época do levantamento de áreas de desova visando a implantação do Projeto, eles tiveram papel fundamental na definição das praias prioritárias. Baseados no conhecimento acumulado pela própria vivência, orientavam o trabalho com informações preciosas sobre a ocorrência e o comportamento das tartarugas marinhas durante o período de desova.

Outro parceiro de primeira hora é a Marinha do Brasil. Além de apoiar o trabalho dos pesquisadores nas ilhas oceânicas, desde o começo do Projeto vem renovando sucessivamente o convênio que mantém com o Tamar, autorizando  a utilização da área de tombo do farol Garcia D’Ávila, na Praia do Forte, Bahia. São aproximadamente 10 mil metros quadrados ocupados pela sede nacional do Tamar, a base de pesquisa e o Centro de Visitantes, localizados à beira-mar, ao pé do farol.

Depois veio a Petrobras, que se tornou mais tarde o patrocinador oficial nacional. Essa parceria nasceu em 1983, quando o Tamar monitorava sistematicamente sua primeira temporada de reprodução. Os próprios oceanógrafos procuraram a sede da companhia, no Rio de Janeiro, apresentando o trabalho já realizado e o que estava em curso, função e objetivos do Projeto.

A Petrobras adotou a idéia e passou a abastecer os jeeps utilizados no trabalho de campo. Mais tarde, começou a bancar a contratação do primeiros três pescadores tartarugueiros e estagiários. Nunca mais os laços entre o Tamar e a Petrobras se desfizeram.

Hoje o Projeto é custeado por um tripé formado pelo Governo federal (Ministério do Meio Ambiente/ICMBio), Petrobras e o programa de auto-sustentação, cujos recursos têm várias fontes: a venda de produtos com a marca Tamar; o ecoturismo, através dos produtos e serviços oferecidos pelos Centros de Visitantes e lojas do Projeto; captação de recursos junto à iniciativa privada e agências financiadoras, através de apoios e patrocínios nacionais e regionais, além de doações.